Diferenciais humanos de gestão também impactam as vendas

Os diferenciais oferecidos pela Google aos seus colaboradores já debatidos aqui pela Comunidade Mundo Iva, também nos fizeram deparar com outra interessante reflexão proposta pelo professor, conferencista e reconhecido consultor Carlos Faccina, que assina o blog Prazo de Validade; vinculado ao portal Época Negócios.

Para ele, valorizar e se interessar pelas pessoas é uma atitude que pode impactar direta e positivamente no crescimento das vendas de uma empresa. O problema, na análise do especialista, é que num contexto em que a cultura organizacional está muito voltada a resultados, os profissionais acabam não estando habituados e estimulados a considerar os fatores humanos.

Faccina menciona que fica assustado ao ver gestores da área de vendas tratando as equipes como “manada em busca de números” e reforça que ingredientes como a alta carga de estresse, o trânsito das grandes cidades e as pressões pessoais dão o tom dos ambientes de trabalho carregados de tensão e profissionais da área comercial impacientes. Mas o especialista alerta que é preciso tomar cuidado com os reflexos negativos dessa mistura, principalmente nos setores que se relacionam com clientes.


“Acredito que em vendas (e nas áreas que têm relacionamento direto com clientes), mais do que em outras áreas, o interesse legítimo pelas pessoas é o grande diferencial de sucesso. Colocar-se na posição do outro, importa-se realmente com seus interesses, ajuda a transformar a venda numa comunhão de interesses”, afirma o texto de Faccina.

Então, fica o desfio proposto pelo analista de ir além da lógica que trata equipes de vendas como números, clientes como metas e vendas como resultados. “Veja bem que agora mesmo está acontecendo uma reunião de uma equipe comercial. Você acredita que uma análise verdadeira e humana sobre as pessoas que fazem o negócio encontraria eco nesse salão? Gostaria de achar que sim, mas não é o que vejo quando, como consumidor, encontro pessoas que me tratam como número”, finaliza Carlos Faccina.

Fica a deixa para a sua empresa refletir. E vale a pena conferir também o que pensa o diretor da Iva, Carlos Salinas, sobre novas estratégias de captação de clientes.

Com informações do blog Prazo de Validade

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *